Mais notícias
Notícias
Formação e Reciclagem para Inspetores de Registros da ABCCP. A Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Pantaneiro dando seqüência a sua política de fortalecimento Cavalo Pantaneiro divulga Programação 2014. Cavalo Pantaneiro esta presente na Feapan em Corumbá-MS. O Sindicato Rural de Corumbá, município que detém o segundo maior rebanho bovino do País, organizou com grande maestria a...... 13ª Cavalgada do Cavalo Pantaneiro reúne cavaleiros e amazonas. No sábado e domingo, dias 2 e 3 de novembro aconteceu mais uma tradicional “Cavalgada do Cavalo Pantaneiro Cavaleiros deliciam-se com a comida pantaneira!. No horizonte, o trote do cavalo não levantava a poeira. Havia sido um final de semana com pancadas de chuva no pantanal.... Mídia estadual destaca o Cavalo Pantaneiro. Mais uma vez todos os olhos se voltaram para o município de Poconé....
O primeiro estudo sobre a raça pantaneira foi feito em abril de 1957 por Otávio Domingos que publicou um trabalho com o título “Contribuição ao estudo do Cavalo Pantaneiro”. O segundo estudo foi realizado em setembro de 1969, por uma nova comissão formada pelos seguintes técnicos, Prof. Luiz Rodrigues Fontes, Dr. Pedro Gouveia, Dr. Renato Gouveia Leoni e Dr. Edson de Souza Baleiro. De acordo com a realização dos estudos sobre a raça por hora mencionada chegou a conclusão de que havia necessidade de implantação de um projeto para compra e criação de um lote de 100 eqüinos Pantaneiros, visando sua preservação e seu melhoramento Zootécnico, de modo continuo e progressivo e ao mesmo tempo a fundação da Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Pantaneiro de Mato Grosso. O projeto seria desenvolvido no Estado de Mato Grosso mais principalmente na chamada região do pantanal compreendendo os municípios de Poconé, Santo Antonio de Leverger; Cáceres; Nossa Senhora de Livramento, etc. Com a aquisição de um lote de 100 eqüinos, contendo 92 fêmeas e 08 machos deu-se o primeiro passo para excussão do projeto, que teriam os seguintes objetivos: 1.Criar e manter um Núcleo inicial de 100 animais e distribuir em planteis.2.Partindo daí manter estudos, e executar um fomento através de um programa de seleção, no sentido de melhorar o cavalo em suas características, altura, comprimento e resistência;3.Vender reprodutores melhorados aos fazendeiros;4.Como medida paralela motivar a fundação da Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo Pantaneiro.Precisamente às 10 horas do dia 29 de abril do ano de 1972 na Sociedade Recreativa Poconeana da Cidade de Poconé, estado de Mato Grosso, foi fundada a ABCCP (Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo Pantaneiro) com a presença do Secretario da Agricultura do Estado de Mato Grosso Dr. Paulo Coelho Machado. Em julho de 1972 na cidade de Campo Grande no Estado de Mato Grosso do Sul foi realizada a VII Exposição Nacional de Eqüídeos e Concursos Diversos, registrando-se nesta ocasião os primeiros Animais da Raça Pantaneira. O primeiro Garanhão registrado foi o animal com o nome de “Rei do Paiol” de propriedade do Sr. Joaquim da Cunha Fontes, o segundo Garanhão registrado foi o animal com nome de “Pirilampo do São Rafael” de propriedade do Sr. Luiz Carlos e Fernando C.R. A. E as primeiras fêmeas registradas foram Mulata da Ponce de Arruda Gaúcha da Ponce de Arruda e Marreca da Ponce de Arruda. Desde os estudos iniciais ate os nossos dias de hoje esta raça de animais fortes e de porte médio, esperto e porque não dizer inteligentes, vem sendo defendida e cultivada. E hoje em pleno funcionamento a Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo Pantaneiro tem orgulho de mostrar aos Senhores Criadores um eqüino que não tem medo de sol causticante, do barro pegajoso, do coricho cheio d’água, para levar em seu dorso um peão valente tanto quanto ele, e que dele depende para trabalhar seu gado
Benvindos ABCCP
ContatoABCCP
DocumentosAssociação Brasileira de Criadores de Cavalo Pantaneiro
Cavalo Pantaneiro Fotos Home Sistema ABCCPABCCP - Poconé - MT abccp@brturbo.com.br
Copyright 2013